O Curso

CONHEÇA MAIS SOBRE O SEU CURSO:


Nome do Curso: Medicina Veterinária
Modalidade: Presencial
Turno de Funcionamento: Integral
Situação Legal: 
Reconhecimento Renovado -  Reconhecimento pela Portaria n.º 821 de 30 de dezembro de 2014, publicada no DOU de 02/01/2015.

Coordenador do Curso: Profº João Helder Frederico Naves e Laurisley Marques de Araújo


OBJETIVOS DO CURSO: O curso de Medicina Veterinária da UNIPAC/Uberlândia proporciona sólida formação em matérias básicas, gerais e profissionais, preparando o aluno, futuro Médico Veterinário para exercer a profissão de forma plena em todas as suas áreas de atuação.

ATIVIDADES PRÁTICAS: Contamos com Laboratórios nas diversas áreas de afinidade com o curso. Fazendas Escola localizadas próximas da cidade de Uberlândia e Hospital Veterinário equipado, amplo e com profissionais qualificados e competentes.

REGIME LETIVO:
- Periodicidade: Semestral             
- Períodos: 10
- Duração: mínimo 5 anos
- máximo 8 anos


NOVA MATRIZ CURRICULAR 2015/01
Duração: 05 anos
Turno: Integral (60 vagas)
            Noturno (60 vagas)
Tempo de Integralização: Mínimo: 10 semestres Máximo: 15 semestres
VIGÊNCIA: A partir do 1º semestre de 2015

Período
Disciplinas/Atividades
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL(h)
Disciplinas
TCC
Estágio
Ativ.
Compl.
Total
Teórica
Prática
Subtotal
Anatomia dos Animais Domésticos I
40
40 
80



80
Bioestatística
40

40



40
Bioquímica
40
40 
80



80
Citologia, Histologia e Embriologia Geral
40
40 
80



80
Comunicação e Pesquisa Científica
40

40



40
Ecologia
40

40



40
Microbiologia
60
20
80



80
Atividades Complementares





20
20
Subtotal
300
140
440
0
0
20
460
Anatomia dos Animais Domésticos II
60
60 
120



100
Fisiologia Veterinária I Especial
70
10 
80



80
Genética e Evolução
40

40



40
Histologia
30
30 
60



60
Parasitologia Veterinária
30
 30
60



60
Zoologia Geral
40
20
60



60
Zootecnia Geral
30
10
40



40
Atividades Complementares





20
20
Subtotal
300
160
460
0
0
20
480
Administração e Economia Rural
40

40



40
Epidemiologia e Saúde Pública
40

40



40
Fisiologia Veterinária II
70
10
80



80
Imunologia Veterinária
70
10
80



80
Melhoramento Animal
30
10
40



40
Nutrição Animal
40
40
80



80
Patologia Geral
30
30
60



60
Sociologia e Filosofia do Desenvolvimento Rural


40

40



40
Atividades Complementares





20
20
Subtotal
360
100
460
0
0
20
480
Agrostologia
40
20
60



60
Avicultura
40
20
60



60
Farmacologia Básica
60
20
80



80
Fisiopatologia da Reprodução Animal
60
20
80



80
Optativa
40

40



40
Patologia Animal Especial
40
40
80



80
Suinocultura
40
20
60



60
Atividades Complementares





20
20
Subtotal
320
140
460
0
0
20
480
Diagnóstico por Imagem I
40
20
60



60
Doenças Parasitárias dos Animais Domésticos
80

80



80
Farmacologia e Terapêutica Veterinária
60
20
80



80
Laboratório Clínico Veterinário
40
40
80



80
Optativa
40

40



40
Semiologia dos Pequenos Animais
30
30
60



60
Tecnologia e Inspeção de Leite e Derivados
40
20
60



60
Atividades Complementares





20
20
Subtotal
330
130
460
0
0
20
480
Animais Silvestres
30
30
60



60
Biotecnologia Aplicada á Reprodução Animal
60
20
80



80
Clinica Médica de Pequenos Animais I  
50
30
80



80
Deontologia e Bioética
40

40



40
Diagnóstico por Imagem II
40
20
60



60
Doenças Bacterianas dos Animais Domésticos  
60
20
80



80
Doenças de Suínos
30
10
40



40
Optativa
40

40



40
Atividades Complementares





20
20
Subtotal
350
130
480
0
0
20
500
Anestesiologia Veterinária
30
30
60



60
Clinica Médica de Pequenos Animais II

40
40
80



80
Equinocultura
40
20
60



60
Optativa
40
20
60



60
Semiologia dos Grandes Animais
30
30
60



60
Técnica Operatória
40
40
80



80
Toxicologia e Plantas Tóxicas
50
10
60



60
Atividades Complementares





20
20
Subtotal
270
190
460
0
0
20
480


Bovinocultura de Corte
40
40
80



80
Clinica Médica dos Grandes Animais I
40
40 
80



80
Doenças Viróticas e Fúngicas dos Animais Domésticos
60
20 
80



80
Patologia Clinica e Cirúrgica
40
40 
80



80
Tecnologia e Inspeção de Carnes e Derivados, Pescados, Ovos e Mel
40
 20
60



60
Trabalho de Conclusão de Curso I



 40


40
Atividades Complementares





20
20
Subtotal
220
160
380
40
0
20
440


Bovinocultura de Leite
40
40 
80



80
Clinica Médica dos Grandes Animais II
40
40 
80



80
Obstetrícia Veterinária
40
20 
60



60
Ornitopatologia
40
20 
60



60
Reabilitação Animal
30
 30
60



60
Trabalho Conclusão de Curso II



40



Atividades Complementares





20
20
Subtotal
190
150
340
40
0
20
400
10º


Estágio Supervisionado


  











460 








Atividades Complementares





10
10
Subtotal




470
10
480
Atividades Complementares: Atividades Acadêmicas





190

Total Geral
2640
1300
3940
80
470
200
4680
    
RESUMO DE CARGA HORÁRIA
Carga Horária das disciplinas do Curso:
4020 horas
Carga horária das Atividades Complementares:


190 horas

Carga horária do Estágio Supervisionado:
 470 horas
Carga Horária Total do Curso:
4680 horas
Período de Integralização:

Mínimo 5 anos (10  períodos)
Máximo 7 anos + 1/2 anos (15 períodos)



                     MATRIZ CURRICULAR 2012/01

DISTRIBUIÇÃO DA CARGA HORÁRIA
- Carga horária disciplinas: 3.799 hs
- Estágio Supervisionado: 480 hs
- Atividades Complementares: 200 hs



CARGA HORÁRIA TOTAL: 4.479 hs
       
1° PERÍODO

DISCIPLINAS
Aulas Semanais
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL
PRÉ-REQUISITOS
Teórica
Prática
Anatomia dos animais domésticos I
03
03
100

Bioestatística
02
-
33

Biologia celular
02
02
66

Ecologia básica
02
-
33

Introdução ao estudo da Medicina Veterinária
02
-
33

Metodologia Científica
02
-
33

Português Instrumental
02
-
33

TOTAL
15
05
331


2° PERÍODO

DISCIPLINAS
Aulas Semanais
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL
PRÉ-REQUISITOS
Teórica
Prática
Anatomia dos animais domésticos II
02
04
100
Anatomia dos anim. domest. I
Bioquímica I
03
01
66

Histologia e Embriologia
02
02
66
Biologia celular
Microbiologia geral
02
02
66

Zoologia geral
02
02
66

Zootecnia geral
04
-
66

TOTAL
15
11
430


3° PERÍODO

DISCIPLINAS
Aulas Semanais
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL
PRÉ-REQUISITOS
Teórica
Prática
Biofísica
02
01
50

Bioquímica II
03
01
66
Bioquímica I
Fisiologia I
03
01
66
Anatomia dos Animais Domésticos II e Histologia Especial
Histologia Especial
02
02
66
Biologia Celular, Histologia e Embriologia
Imunologia Veterinária
03
01
66
Biologia Celular, Histologia e Embriologia
Genética e Evolução
03
-
50
Biologia Celular, Histologia e Embriologia
Deontologia e Bioética
02
-
33

TOTAL
18
06
397


4° PERÍODO

DISCIPLINAS
Aulas Semanais
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL
PRÉ-REQUISITOS
Teórica
Prática
Farmacologia Básica
03
01
66
Bioquímica II e Fisiologia I
Fisiologia II
03
01
66
Fisiologia I
Melhoramento Animal
03
01
66
Bioestatística e Genética e Evolução
Parasitologia Veterinária
04
02
100

Sociologia e Filosofia do Desenvolvimento Rural
03
-
33

Forragicultura
03
01
66

TOTAL
19
06
397


5° PERÍODO

DISCIPLINAS
Aulas Semanais
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL
PRÉ-REQUISITOS
Teórica
Prática
Economia Rural
02
-
33

Farmacologia e Terapêutica Veterinária
03
01
66
Farmacologia básica
Patologia geral
03
03
100
Histologia Especial
Semiologia dos pequenos animais
02
01
50

Patologia Clínica Veterinária
02
02
66
Bioquímica II
Nutrição Animal
05
01
100
Bioquímica II, Fisiologia Veterin. II





TOTAL
17
08
415


6° PERÍODO

DISCIPLINAS
Aulas Semanais
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL
PRÉ-REQUISITOS
Teórica
Prática
Clinica Médica de Pequenos Animais I
01
02
50
Semiologia de pequenos animais
Diagnóstico por Imagem
02
01
50
Anatomia dos Animais Domésticos
Doenças Bacterianas dos Animais Domésticos
03
01
66
Microbiologia geral
Doenças Parasitárias dos Animais Domésticos
02
01
50
Parasitologia Veterinária
Patologia Animal Especial
03
03
100
Patologia geral
Suinocultura
02
01
50
Nutrição Animal
Administração Aplicada à Veterinária
02
-
33

OPTATIVA
02
-
33

TOTAL
17
09
432


7° PERÍODO

DISCIPLINAS
Aulas Semanais
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL
PRÉ-REQUISITOS
Teórica
Prática
Anestesiologia Veterinária
02
01
50
Farmacologia e Terapêutica Veterinária II
Clinica Médica de Pequenso Animais II
01
02
50
Clinica Médica de Pequenos Animais II
Doenças de Suínos
02
01
50
Patologia Animal Especial
Doenças viróticas e micóticas dos anim. domésticos
03
01
66
Microbiologia Geral
Fisiopatologia da Reprodução Animal
04
02
100
Fisiologia Veterinária II e Patologia Geral
Semiologia dos Grandes Animais
02
01
50

Técnica Operatória
02
02
66
Anatomia dos Animais Domésticos, Farmacologia e Terapêutica Veterinária
OPTATIVA
02
-
33

TOTAL
18
10
465


8° PERÍODO

DISCIPLINAS
Aulas Semanais
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL
PRÉ-REQUISITOS
Teórica
Prática
Biotecnologia Aplicada á Reprodução Animal
02
01
50
Fisiopatologia da Reprodução Animal
Bovinocultura de Corte
02
01
50
Forragicultura, Nutrição Animal, Melhoramento Animal
Clínica Médica dos Grandes Animais I
02
01
50
Semiologia dos Grandes Animais
Epidemiologia e Saúde Pública
02
01
50

Tecnologia e Inspeção de Leite e Derivados
03
03
100
Microbiologia Geral
Patologia Clínica e Cirúrgica
02
02
66
Técnica Operatória e Anestesiologia
Trabalho de Conclusão de Curso I
02
-
33
Todas as disciplinas obrigatórias até o quarto período
OPTATIVA
02
-
33

TOTAL
17
09
432


9° PERÍODO

DISCIPLINAS
Aulas Semanais
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL
PRÉ-REQUISITOS
Teórica
Prática
Avicultura
02
02
66
Nutrição Animal
Bovinocultura de Leite
02
01
50
Forragicultura, Nutrição Animal, Melhoramento Animal
Clínica Médica dos Grandes Animais II
01
02
50
Clínica Médica dos Grandes Animais I
Obstetrícia Veterinária
02
01
50
Fisiopatologia da Reprodução Animal, Técnica Operatória e Anestesiologia
Ornitopatologia
02
01
50
Patologia Geral
Prática Hospitalar e Rural
01
02
50
Patologia Clínica Veterinária, Clínica Médica dos Grandes Animais e Pequenos Animais
Tecnologia e Inspeção de Carnes e Derivados, pescado, ovos e mel
03
03
100

Trabalho de Conclusão de Curso II
02
-
33
Todas as disciplinas obrigatórias
OPTATIVA
02
-
33






TOTAL
17
12
482


10° PERÍODO

DISCIPLINAS
Aulas Semanais
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL
PRÉ-REQUISITOS
Teórica
Prática
ESTÁGIO SUPERVISIONADO




Todas as disciplinas obrigatórias
TOTAL


480




DISCIPLINAS OPTATIVAS


disciplinas

Aulas semanais

aULAS SEMESTRAIS



Carga horária

TEÓRICA
PRÁTICA
Libras - 5o P
02
-
40
33
Anatomia Clínico-Cirúrgica - 5o P
01
01
40
33
Gestão Ambiental  - 5o P
01
01
40
33
Extensão Rural - 5o P
01
01
40
33
                Comportamento e Bem Estar Animal - 5o P
02
-
40
33
Bioclimatologia - 5o P
02
-
40
33
Animais Silvestres - 7o P
01
01
40
33
Odontologia Veterinária - 7o P
01
01
40
33
Medicina Veterinária Legal - 7o P
02
-
40
33
Tópicos em Acupuntura e Homeopatia na Vet. - 7o P
01
01
40
33
Nutrição de Monogástricos - 7o P
02
-
40
33
Nutrição de Ruminantes 7o P
02
-
40
33
Zoonozes - 8o P
01
01
40
33
Toxicologia e Plantas Tóxicas - 8o P
02
-
40
33
Eficiência reprodutiva de Bovinos e Equinos - 8o P
02
-
40
33
Oftalmologia Veterinária - 8o P
01
01
40
33
Planejamento e Marketing na Veterinária - 8o P
02
-
40
33
Criação de Perus - 8o P
02
-
40
33
Equinocultura - 9° P
01
01
40
33
Aqüicultura - 9o P
01
01
40
33
Ovinocultura e Caprinocultura - 9o P
01
01
40
33
Ortopedia Veterinária  - 9o P
01
01
40
33
Bubalinocultura - 9o P
01
01
40
33
Cunicultura - 9oP
01
01
40
33


RESUMO DE CARGA HORÁRIA
Carga Horária das disciplinas do Curso:
3.715 horas
Carga horária das Atividades Complementares:
200 horas
Trabalho de Conclusão de Curso:
66 horas
Carga horária do Estágio Supervisionado:
480 horas
Carga Horária Total do Curso:
4.461 horas
Período de Integralização:

Mínimo  05 anos (10 períodos)
Máximo 08 anos (16 períodos)




ORIGEM DO SÍMBOLO DA VETERINÁRIA

Ao constatar a variedade de tipos e formatos de símbolos usados pelos Conselhos Regionais e demais instituições veterinárias no País, decidiu o CFMV instituir um concurso, em nível nacional, com a finalidade de padronizar e unificar um símbolo que identificasse a Medicina Veterinária no Brasil.

Ao todo foram apresentadas 172 sugestões. Uma Comissão Julgadora foi instituída em outubro de 1994 para selecionar os melhores trabalhos e julgar o vencedor com base nos princípios históricos-culturais da Medicina animal brasileira e mundial. A proposta vencedora justificou a sua sugestão, afirmando que inúmeras profissões liberais buscavam na antiguidade clássica greco-latina elementos e arquétipos para elaborarem seus símbolos.

A proposta vencedora julgou ser de coerência histórica e tradição a adoção da serpente e do bastão, símbolos de Esculápio, deus da arte de curar na Grécia Antiga, devendo estar inserida a Letra V, ambos tendo como moldura um hexágono irregular.

Dos múltiplos significados do conjunto emblemático de Esculápio, alguns são universalmente reconhecidos e aceitos sem restrições. A serpente representaria a prudência, a vigilância, a sabedoria, a vitalidade, o poder de regeneração e preservação da saúde. O bastão (primitivamente um galho de árvore com algumas folhas) significaria os segredos da vida terrena, poder de ressurreição e o auxílio e suporte da assistência dada pelo Médico aos seus pacientes; sua origem vegetal representaria as forças da natureza e as virtudes curativas das plantas.

Quanto às cores usadas em sua apresentação gráfica, domina o verde, pois esta cor é tradicionalmente usada nos símbolos da Medicina humana e Veterinária; significa a vida vegetal, a juventude e a saúde. A cor branca, sendo a união de todas as outras, significa integração, luta pela vida e paz.

Para padronizar e unificar um emblema que identificasse a Medicina Veterinária entre as demais ciências biomédicas no Brasil, o CFMV instituiu em 1994, por meio de concurso em nível nacional, o Símbolo da Medicina Veterinária. Julgou ser de coerência histórica e tradição a adoção da serpente e do bastão, símbolo de Esculápio, deus da arte de curar na Grécia Antiga. Estes símbolos vêm inseridos na letra "V", tendo como moldura um hexágono irregular. Quanto às cores usadas em sua representação gráfica, a dominante é a verde, pois significa a vida, a juventude e a saúde. A cor branca, sendo a união de todas as outras, significa integração, luta pela vida e paz.

Na mitologia Grega, o deus Asclépio (adotado e adorado pelos romanos com o nome de Esculápio) era filho de Coronis e Apolo e teria sido educado pelo centauro Quirão, ensinando-lhe a arte de curar os doentes e até mesmo o poder de ressuscitar os mortos. Segundo a lenda grega, Esculápio ou Asclépio foi morto pelo rei dos deuses, Zeus (Júpiter para os romanos), passando a ser adorado em diversos santuários da Grécia, sendo o mais famoso o de Epidauro. Higia, sua filha, cujo nome deu origem ao vocábulo Higiene, era considerada a deusa da Saúde.

O bastão (primitivamente um galho de árvore com algumas folhas) significa os segredos da vida terrena, poder da ressurreição, o auxílio e o suporte da assistência dada pelo médico aos seus pacientes; sua origem vegetal representa as forças da natureza e as virtudes curativas das plantas.
(Cor: Verde Bandeira 70% e Verde Bandeira 40%)

A letra "V" tem a função de identificar a Medicina perante o público leigo e diferenciá-la de outras profissões biomédicas.
(Cor: Verde Bandeira 70%)

A serpente representa a prudência, a vigilância, sabedoria, a vitalidade, o poder de regenerescência e preservação da saúde
(Cor: Verde Bandeira 100%)

A figura usada tem um formato hexagonal
(Cor: Verde Bandeira 100%)